A jornalista Nina Weingrill é uma daquelas pessoas que sempre tiveram “vontades de fazer coisas”, como dar vida a ideias megalomaníacas que fossem boas para ela e para os outros. Mas o quê? E como? Durante um trabalho voluntário numa ONG de São Paulo, onde dava workshops de criação de revista, descobriu seu caminho: o da educação. ”Aprender é divertido pra caramba. É só observar um bebê, quando ele dá o primeiro passo solta uma gargalhada gostosa”, diz.

Foi aí que, ao lado da sócia Amanda Rahra, criou a Énois, agência e escola cujo objetivo é o ensino de jornalismo para jovens de baixa renda. Aqui, ela conta como levar os moradores da periferia ao mundo da comunicação pode ajudá-los, como essa participação mais efetiva também pode melhorar o jornalismo e como é falar de feminismo nas áreas mais afastadas do centro da cidade.

Leia a entrevista completa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s