Prato Firmeza nas favelas do Jacarezinho e Manguinhos, do Rio de Janeiro

Estamos chegando no Rio de Janeiro! Sim! A primeira edição do Prato Firmeza fora de São Paulo será no ERRIJOTA. E para cumprir essa missão,  contamos com a parceria do Data Labe (@data_labe), o laboratório de dados e narrativas da Favela da Maré para fortalecer e dar visibilidade a cadeia produtiva de restaurantes e lanchonetes da região. 

Desta vez as histórias serão contadas pelas jornalistas e comunicadores do LabJaca (@labjaca), que vão mapear estabelecimentos gastronômicos das comunidades de Jacarezinho e Manguinhos, localizados na Zona Norte da cidade. Serão cinco jovens à frente da pesquisa, mapeamento, produção e elaboração do guia que será lançado na versão online. 

Antes de botarem a mão na massa, os comunicadores vão passar por uma formação e troca de  experiências em encontros virtuais em 30 horas divididas em 6 dias com as seguintes temáticas: Eu e o Território, Como escrever sobre gastronomia?, Jornalismo e Distribuição, Cronograma e Planejamento, A fotografia e o Projeto editorial gráfico e Aprofundamento dos temas editoriais.

O Prato Firmeza Rio de Janeiro chega para expandirmos nossa percepção de gastronomia periférica e contarmos as histórias de empreendedores e empreendedoras, cozinheiros e cozinheiras da favela do Jacarezinho e Manguinhos. Essa edição continua o papo sobre identidade, pertencimento, corres e claro, muita comida gostosa! O guia será disponibilizado no site www.pratofirmeza.com.br.

Aproveite e conheça aqui o Guia Metodológico, que traz o passo a passo da pauta à distribuição, disponível gratuitamente pra que você consiga produzir um guia gastronômico no seu território.

Para acompanhar a aterrissagem do PF no Rio de Janeiro, siga nossas redes sociais: @pratofirmeza 

Sobre o Prato Firmeza

As três primeiras edições do guia, tem resenhas produzidas pelos jovens, também moradores das periferias de São Paulo, em formações realizadas pela Escola de Jornalismo da Énois. Eles investigaram suas quebradas e descobriram mais de 200 estabelecimentos dignos de foto no Instagram – de veganos anárquicos e saborosos, como a Casa da Lagartixa Preta, em Santo André, a japoneses com cara de Liberdade, como o Ville Japan, no Jardim Marcelo, extremo sul de SP. As duas primeiras edições foram contempladas pela Lei de Incentivo à Cultura e têm aporte financeiro do Atacadão.

O terceiro volume foi lançado no final de 2019 e foi além das dicas de bons lugares pra comer. Desta vez, a gente ofereceu também opções de lazer nas quebradas de São Paulo, onde é possível estar em família. Essa edição conta com apoio financeiro da Cargill e apoio de divulgação da Feira Preta.

Em 2020, o quarto volume do Prato Firmeza chegou para reinventar o projeto: o guia explorou a territorialidade negra. 

Os guias conquistaram o 6º lugar no Prêmio Jabuti 2017, maior premiação literária do país. Além disso, também ganhou o título de Menção Honrosa no 20º Troféu São Paulo Capital da Gastronomia na categoria Guia Impresso ou Eletrônico. O segundo volume do Prato Firmeza recebeu o prêmio do 21º Troféu São Paulo Capital da Gastronomia na categoria Guia Impresso ou Eletrônico.

Consulte os guias em www.pratofirmeza.com.br

Skip to content