Title image

O Diversidade nas Redações é um programa de treinamento e intercâmbio entre redações e repórteres com foco em produção diversa e representativa, realizado pela Énois com apoio do Google News Initiative.

A partir de outubro de 2020, 10 jornalistas de perfil diverso vão trabalhar em uma das 10 redações participantes do programa, todas online de fora das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, para expandir a discussão, o treinamento e a integração para além deste eixo.

Durante a seleção, recebemos a candidatura de 41 redações de todas as regiões do País, presentes em 16 estados e atuantes em 29 municípios diferentes. Foram mais de 200 repórteres inscritos, de 21 estados diferentes.  

As redações selecionadas são: Agência Saiba Mais (RN), BHAZ (MG), Congresso em Foco (DF), Diário do Nordeste (CE), ES Hoje (ES), Marco Zero Conteúdo (PE), Nonada – Jornalismo de Travessia (RS), O Povo (CE), Plural (PR) e Sul21 (RS). São veículos de diferentes perfis, dispostos a discutir a diversidade de uma maneira mais profunda e abrangente. (Confira mais detalhes abaixo)

O foco é ajudar a fortalecer a diversidade nas redações a partir da inclusão de repórteres com perfil diverso para ampliar a cobertura racializada, de desigualdades sociais, imigração, gênero, religião e outros vieses pouco abordados. Os 10 repórteres participantes recebem um salário mensal de R$ 2,5 mil por um ano e atuam diretamente ligados às redações locais, cobrindo áreas e pautas abrangentes, não focados em assuntos relacionados a identidade e causas que representa.

Repórteres e editoras-mentoras passam por formações mensais, algumas em conjunto e outras separadamente, sobre estruturas sociais, linguagens e estereótipos, equilíbrio emocional e espaços de cuidado na redação, técnicas de apuração e jornalismo de dados local, escuta da comunidade e medição de impacto.

O programa tem duas camadas fundamentais 1) a coleta de dados para medir de forma concreta as mudanças que a diversidade traz em engajamento e sustentabilidade 2) o cuidado e a escuta para que a diversidade transforme processos da redação e gere efetivamente inclusão. A ideia é promover diálogo a partir das diferenças, trazendo conhecimento e práticas para que as redações repensem estruturas e incorporem a diversidade como estratégia e cultura. 

A equipe da Énois que toca o programa é Jamile Santana (coordenadora), Mel Oyá (residente) e Simone Cunha (diretora), do eixo de Estrutura Jornalística.

Conselheiras

Fabiana Moraes, Jornalista e professora da Universidade Federal de Pernambuco. Autora de cinco livros, entre eles O Nascimento de Joicy (Arquipélago Editorial)

Kevin Douglas Grant, vice presidente de Iniciativas Estratégicas do Report for America, um projeto dos EUA que subsidia jornalistas diversos em redações locais para cobrir temas e assuntos descobertos.

Conheça as redações e equipes

Agência Saiba Mais, de Natal (RN)


Iano Flávio Maia, editor-mentor


Rose Serafim, repórter

BHAZ, de Belo Horizonte (MG)


Thiago Ricci, editor-mentor


Jordania Laisi Martins Andrade, repórter

Congresso em Foco, de Brasília (DF)


João Frey, editor-mentor

Thais Ellen da Silva Rodrigues, repórter

Diário do Nordeste, de Fortaleza (CE)


Dahiana dos Santos Araújo, editora-mentora


Natali Carvalho, repórter

ES Hoje, de Vitória (ES)


Thais Rossi, editora-mentora


Gabryella Garcia, repórter

Marco Zero Conteúdo, de Recife (PE)


Laércio Portela, editor-mentor

Kleber Nunes, repórter

Nonada – Jornalismo Travessia, de Porto Alegre (RS)


Thais Seganfredo, editora-mentora


Esther Caetano, repórter

O Povo, de Fortaleza (CE)


Erico Firmo, editor-mentor


Alice Souza da Silva, repórter

Plural, de Curitiba (PR)


Rosiane Freitas, editora-mentora


Gabriella Soares, repórter 

Sul21, de Porto Alegre (RS)


Ana Ávila, editora-mentora


Andressa Marques, repórter

FacebookInstagramInstagram