Quantas pontes você precisa construir para fazer o seu conteúdo chegar às pessoas?

Oi, pessoal. Como vocês estão?

Queria compartilhar com vocês como foi o nosso Redação Aberta #26, no qual apresentamos uma prévia do que será o nosso Guia de Distribuição Jornalística. Pois é, a Énois vai lançar um manual com metodologias e modelos para pensar e executar a distribuição de conteúdos em formatos online e offline. O guia está no forno e, enquanto isso, juntamos em uma conversa a autora dele, a nossa analista de distribuição, Gabriella Mesquita, com a Priscila de Jesus, especialista em estratégias de mídia e canais digitais que trabalha com planejamento de campanhas digitais desde 2009. A conversa inteira você pode assistir aqui. Juntas, Gabriella e Priscila nos mostraram quais os principais caminhos que devemos percorrer para fazer o nosso trabalho chegar ao público. 

Um dos principais conhecimentos compartilhados no Redação Aberta é que precisamos fazer pontes se quisermos chegar até as pessoas, o que significa conversar com elas, trocar conhecimentos e serviços, ajudar-se. Segundo Priscila, sobretudo pensando na comunicação não digital, o que construímos é sobre pessoas e com pessoas, “então você só consegue fazer isso falando com gente”.

E onde estão essas pessoas? Elas podem estar do seu lado, na sua redação. Afinal, lembra Gabriella, é preciso ver cada membro da equipe como uma fonte de distribuição, com suas habilidades e experiências. “Para a distribuição jornalística ser cultuada no espaço de produção de conteúdo é preciso que exista um empoderamento e valorização da equipe que esteja na função”, conta Gabriella. 

As pessoas também podem estar em territórios que você não conhece. Daí, é preciso dialogar com elas. Topar uma troca. Testar juntos. Fazer pontes. Daí, volto à pergunta título deste resumo para você pensar: Quantas pontes você precisa construir para fazer o seu conteúdo chegar às pessoas?

Se quiser saber mais sobre o tema, acompanhe as redes da Énois – em breve divulgaremos o lançamento do nosso guia! – e a nossa Caixa de Ferramentas. Por lá, já deixamos uma ferramenta sobre como montar um plano de distribuição para a sua redação.

Abraços e até mais,

Alice de Souza

Skip to content